nov 212007
 

Só pra constar! Depois de Call of Duty 3[1], 25 To Life[2] e Black[3], chegou a vez do Medal of Honor Rising Sun[4], o jogo é composto por 9 missões que vão progressivamente testando seus nervos e pontaria – descobri que sou ruim de mira, minha estatística máxima foi 39% de acertos.

Logo na primeira fase comecei a achar que o jogo era meio sem graça, pois um jogo de “tiro” começava com o jogador dentro de um navio “desarmado”, apenas correndo pra se salvar e usando um extintor para pagar as chamas pelo caminho, após sair do navio começa então um pequeno tiroteio, ou seja, você e seus companheiros atirando nos aviões japoneses.
O próximo ponto que começa a chamar atenção(senão me falha a memória é na segunda missão), é quando você, abordo dentro de um barco(lancha) tem que derrubar a esquadrinha japonesa que ataca (creio que seja Pearl Harbor) a frota americana.

A coisa começa a ficar mesmo complicada quando se chega na terceira missão, ao sair de um comboio na ponte cercado de chamas você é logo pego no fogo cruzado contra os japoneses e tem extermina-los para poder concertar um tanque e sair invadindo a cidade, porém a missão não é tão simples, além de sobreviver ao ataque da orda de japoneses, você tem que escapar dos tiros de um tanque inimigo que aparece repentinamente(não consegui entrar no tanque, aparentemente era possível.) para entrar em um prédio onde pode salvar o jogo e continuar sua missão passando por um estágio de baisebol tomado pelos japoneses, mas seu objetivo nessa missão é tocar o sino da igreja no qual é um sinal para seus aliados detonarem.

Como não tinha pretensão de comentar o jogo, não anotei e nem tenho tudo na cabeça :P, porém apesar de ser de 2003 é um jogo que vale apena ser jogado, o chato é que tem horas que existem muitos quebra-cabeças para serem resolvidos (procurar documentos, quebrar barris de saquê, e muito tiro 😉 regra básica passou na frente atira 😛
Só cuidado para nas missões na selva (a qual começa com você no bote) para não ficar sem munição lá tem muitos inimigos e as balas começam a faltar.

Antes que esqueça, sabe aquele japonês(Tanaka ou é Takana) que lhe ajuda tanto? (em várias missões), pois é, ele tem o pescoço cortado na sua frente.

Última missão, você entrou no porta aviões japonês, abordo de um avião, e você tem como objetivo destruí-lo, nada mais 😉
Ande com cuidado o navio está infestado de marinheiros e muitos possuem espadas, na se assuste ao achar a sala que fica guardado o ouro, assim que você entrar verá tiro pra tudo que é lado e será capturado e interrogado e verá seu amigo (um que aparece de preto em todas as missões) ser espancado, desse ponto em diante o negocio é correr pra sair do porta aviões e embarcar em um avião no convés, porém tem é chão! e muito japona. A última parte acontece quando você está dentro do avião japonês e tem que derrubar os aviões que estão no ar, é tiro que não acaba mais – aparentemente levei tanto tiro, mas mesmo assim meu indicador de life não saiu do verde, então é bom você ir para o convés com o life cheio.

Dicas:

  • Tanques – Eles te acertam se o canhão estiver apontado para você e de longe, próximo eles não disparam;
  • Caixas – Você deve economizar munição, pode quebrar as caixas por meio do golpe de sua arma;
  • Armas – Quando você ver uma arma fixa em algum ponto, cuidado ao pressionar o botão de ação para utiliza-la vai surgir inimigos de todos os lados (na sua frente claro);
  • Mate na Moite – Você pode matar muitos inimigos sem levar tiro, basta atirar de longe antes de acionar as triggers dele. É possível perceber que os inimigos são acionados quando você chega em certas posições, pode pega-los de surpresa atirando antes deles, basta você não sair correndo feito louco.
  • Kamikazes – Cuidado! Samurais e outras criaturas com espada ou facas na arma saem correndo em sua direção, um ou dois golpes é o suficiente pra terminar com sua vida. A melhor arma que achei é a “escopeta” (não lembro o nome correto dela), se eles vinherem correndo e você estiver com outra arma, corra sem dar as costas pra eles e vá descarregando na cara/peito, alguns precisam de diversos tiros para caírem;
  • Life – Sempre que possível volte no caminho na percorrido e complete seu life com itens que deixou para trás, algumas vezes é possível fugir da chuva de balas;
  • Saves – Sempre que você passar por pontos que os “game designer” consideraram críticos(difíceis) irá aparecer um rádio(save) para salvar o jogo, porém as vezes a coisa fica feia antes, então você pode correr um pouco e salvar nos pontos de salvamento anteriores (nada impede de você voltar para a maioria deles)

T+!
Vida Longa e Próspera!

———————————————-

Referência
[1]http://jogos.uol.com.br/analises/playstation3/ult2187u2.jhtm
[2]http://jogos.uol.com.br/playstation2/analises/25tolife.jhtm
[3]http://jogos.uol.com.br/analises/playstation2/ult420u226.jhtm
[4]http://jogos.uol.com.br/playstation2/fichas/mohrisingsun.jhtm