maio 102007
 

Blz!

Pessoal como comentei anteriormente, fui convidado pelos amigos Erlon e Milton, para participar da Semana de Atualização Tecnológica da Faculdade FIC[1], palestrando sobre minha experiência com desenvolvimento de jogos para principalmente o pessoal da célula acadêmica de jogos.
Foi uma experiência bem interessante, e espero que as criticas e sugestões aqui comentadas sejam levadas de forma construtiva, pois meu intuito é divulgar essa arte e que cada vez mais pessoas levem a serio esta area, que as vezes é altamente marginalizada pela sociedade de por profissionais de T.I.
Cheguei na FIC por volta de 19:30hs me identifiquei para o pessoal da portaria, estacionei meu carro, tudo nos conformes, sem complicação ou enrolação, e me dirigi para os stands, já que estava acontecendo várias exposições de trabalhos das células e palestras.
Chegando no stand da célula acadêmica de jogos, demorei pra me identificar, fiquei olhando, tentando ver as coisas. Foi um pouco estranho, pois na verdade havia apenas duas pessoas as quais olhavam algumas animações 3D, e na outra máquina a qual ficava ligada a uma tv, passava uns vídeos de animação 3D e talvez alguma cena de jogos famosos, porém não era o que eu estava esperando, eu procurava ver o trabalho da célula, não importava pra mim se era um space invader em pascal modo ascii ou qualquer outra tecnologia, eu esperava ver trabalho das pessoas envolvidas, demos técnicos, modelagem e essas coisas, nesse ponto achei meio frustrante, pois buscava trocar experiência com as pessoas.
Passado alguns minutos me aproximeis das pessoas ali, e perguntei pelo meu contato, falaram que ele se encontrava na faculdade abrindo alguma palestra, e como havia combinado fiquei lá esperando por ele, e enquanto isso comecei a conversar com as pessoas da célula, e fiquei sabendo que esse era o segundo semestre da célula, e ainda estavam se estruturando, e só haviam produzido um jogo/demo em pascal, na linha do space invader (hehehe, comecei com um desses também 🙂 ), ou seja, fiquei curioso pra ver o trabalho, porém ele não estava disponível para ser mostrado :\, e que eles pretendiam então começar nesse semestre com mais força e ir pra plataforma #C com XNA, ambas tecnologias da Microsoft, nada contra o uso dessa tecnologia, porém, senti que talvez minha palestra fosse um pouco fora do foco deles, já que aderi a tecnologias e ferramentas em Software Livre, porém sou conhecedor de algumas tecnologias e ferramentas proprietárias, apenas não estão no meu foco no momento.

Fiquei curioso e perguntei pq, e ouvi algumas possíveis explicações sobre o motivo, o principal foi produzir para X-Box 360 e participar de concursos da própria Microsoft, atualmente estou por fora dos assuntos referentes a tecnologias de jogos dela, mas nada que uma consulta rápida aos meus amigos de plantão do msn/icq (É eu ainda uso ICQ!), que por sinal outro dia o AlexR, veio me perguntar justamente se eu tava trabalhando com #C e XNA :P, ele veio falar comigo sobre algumas experiências dele e etc, mas não vem ao caso agora 🙂 o AlexR ainda tem salvação ele assim como eu trabalha com diversas tecnologias sem frescura e da seus passos com Softwares Livres 🙂

Voltando ao caso do stand, e assim fiquei alguns minutos conversando com as pessoas lá, porém ainda não havia me identificado a eles que era quem ministraria a palestra sobre jogos, e fiquei tentando coletar informações, afinal estava em um ambiente “novo” no qual não conhecia ninguém e acabará de descobrir que o que iria apresentar em termos de ferramentas tecnologicas não eram as mesmas pretendidas pelo publico presente, e ficasse aquela sensação na palestra de que não teria proveito para eles.
Alguns minutos depois o meu contato chegou, me apresentei e ele me apresentou para as pessoas falando que eu iria palestrar sobre jogos para eles e que eu precisava fazer a instalação de alguns softwares para a palestra, e sendo assim fui encaminhado a um das duas máquinas que eles estavam e comecei o trabalho, comecei a tarefa de instalação das ferramentas (recebi até a visita de antigos colegas de trabalho da SEAD 😛 ), e pra variar, tive problema na máquina que havia sido designada pra instalação, ela não reconheceu meu mp4 onde estava minha palestra. Acabei trocando de máquina, e dessa vez o problema foi o CD, levei uma cópia do CDLivre[2] e deu problema, justamente na instalação do BrOffice :\, por sorte o Henrique (senão me falha minha péssima memória pra nomes) passou e tinha por obra do destino, no seu pendriver o OpenOffice :), pronto fui salvo, porém, pra variar depois veio o problema com arquivos pdf (que infelizmente nem acabei mostrando) e que novamente o Henrique tinha a solução :)).
Depois de passar por todos os problemas que eu tentei contornar, porém os contornos tiveram seus problemas, consegui instalar tudo, e no final fui demonstrar o SpaceShooter[3] ainda no stand, ele era o astro da palestra, e pra minha surpresa antes disso, muitas das pessoas da célula acadêmica, que moravam longe e pq a palestra iria ser muito tarde, disseram que infelizmente não poderia ir, mas acabaram sendo estimuladas a ir, não sei se foi a demonstração do SpaceShooter que chamou os olhares curiosos deles ou alguma outra força superior que temos nas faculdades 🙂

E assim pegamos o equipamento, digo o pessoal da célula acadêmica pegou, pois a equipe de suporte estava ocupada, e levaram por quatro andares de escada o micro. Eita coragem desse pessoal 🙂

Chegando na sala, a palestra anterior ainda estava em curso, e por coincidência era ministrada por um ex-chefe meu da Sead, conhecido na FIC como professor Arnoudo( foi ele que abriu algumas portas pra mim aqui no ceará, só pra citar, eu vim com a cara e coragem de brasília, sem emprego em vista, larguei o TSE e vim, 4 meses depois estava na Sead). Esperei mais alguns minutos e então pude me preparar pra palestrar…
E pra completar a noite como não poderia deixar, deu problema no teclado… foi trocado, depois deu problema no mouse… sendo resolvido comecei a palestrar.
Fiquei surpreso pela quantidade de pessoas num horário tão tarde, a palestra estava prevista para as 21:00hs porem comecei perto das 21:50hs o que levaria seu termino para próximo das 23hs e como todos sabemos a grande maioria dos estudantes moram longe da faculdade e andam de ônibus, pelo menos essa foi minha realidade 🙂 e acredito que a da maioria das pessoas.
E comecei… o tempo foi passado, algumas perguntas surgiram e fui dando continuidade, foi uma das melhores palestras que ministrei, o pessoal realmente estava atendo e curioso e talvez pensando se o que eu estava mostrando não era arcaico e pudesse ser aproveitado nas tecnologias ou desejos deles, foi realmente muito produtivo e pra fechar fui executar o SpaceShooter, e mais uma vez… fui pego de surpreso, o jogo abortava na passagem da primeira fase… (só mostrei a primeira, a mais simples e paia :\), pedi desculpas ao pessoal e quando notei as horas, eram mais de 23hs a palestra tinha consumido quase uma hora e meia ou mais, e mesmo assim as pessoas permaneciam, foi realmente uma experiência gratificante que valeu a pena todos os problemas e que como mencionei estou a disposição para trocar experiências e poder passar a experiência que tive a sorte de adquirir ao longo do tempo, apesar de não ser muita, acho que sempre existe alguma coisa que pode ser aproveitada 🙂
Espero que o que citei seja visto como critica construtiva se for o caso, pq não tenho o que reclamar, foi só uma maré de sorte invertida, e espero que possa surgir outras oportunidades para troca de experiências com as pessoas interessadas em desenvolvimento de jogos aqui no ceará, independente da plataforma, linguagem ou tecnologia o que vale é a vivencia, as amizades e o conhecimento 🙂

Vida Longa e próspera!
Meus parabéns e obrigado ao Milton e o pessoal da Célula Acadêmica de Jogos, por acreditarem nesse universo e apostarem suas fichas 😉 e precisando estamos a disposição 🙂

[1]http://www.fic.br
[2]http://cdlivre.codigolivre.org.br
[3]http://pjmoo.codigolivre.org.br/wiki/index.php/SpaceShooter

  One Response to “SpaceShooter Anatomia de um jogo”

Comments (1)
  1. Olá!Aqui é o Henrique da Célula de Jogos FIC, só hoje que vi esse esse post. Acredita? Salve o google!Sim… David fizemos sim aquele o space em pascal no 1 semestre da faculdade. Eu pensava que c tinha visto. Tenho o fonte aqui, posso passar pra ti por e-mail. Deu um trabaaaalho… tinhamos pouca experiência com o negócio. ;]Sobre aquela pretensão de desenvolver algo com C# fizemos um o jogo “Procurando Lemo” mas estou sem os arquivos aqui. Enviamos ele para o SBGAMES 2007 e foi um dos 6 jogos aceitos para o Festival de Jogos Independentes. Não ganhamos, mas valeu a experiencia ;].Dá uma olhada no google, procura célula de jogos, procurando lemo. Sobre plataformas… de tudo um pouco tudo.. C++, Java o C#… A equipe cresceu, da pra estudar de tudo.. ainda mais agora que iniciaram uma graduação em tecnologia de jogos digitais la na FIC..É isso ai.. []’s!

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(requerido)

(requerido)